AGENDA

AGENDA

Grupo de Trabalho (GT 01)

Construção Industrializada: Financiamento e Crédito Imobiliário

• Participantes: Santander, Itaú, CEF, Bradesco, Cyrela, Tenda, Alphaville Urbanismo, Tecverde, Urbic
• Coordenador: Thiago Leomil – GPS – Julius Baer Family Office
• Facilitador: Paulo Oliveira – ARATAU Construção Modular
• Reunião 01 – 16/09/2021:
– Sumário do problema: financiamento e crédito imobiliário para edificações industrializadas; – Brainstorm sobre possíveis caminhos para a solução.
• Reunião 02 – 30/09/2021:
– Apresentação e discussão de diretrizes para as soluções do problema.

Summit Brasil Viável

Construção Industrializada

Aconteceu no dia 24/06/2021 o Summit Brasil Viável. Com audiência de mais de 900 reproduções simultâneas, o evento trouxe muita discussão e boas ideias para o desenvolvimento da Construção Industrializada no Brasil. Agradecemos mais uma vez ao time de painelistas que dividiram conosco conhecimentos e também anseios para a solução dos gargalos.

Conheça as ações propostas para a solução dos gargalos

Eng. Luiz Henrique Ceotto

1

Concentrar decisões e coordenação de desenvolvimento num foro nacional e ISENTO sobre a industrialização da construção, reunindo indústria, construtoras, projetistas e universidades;

2

Compromisso real do setor da construção com a reforma tributária, que elimine a tributação discriminatória na construção industrializada;

3

Discussão com o setor financeiro sobre formas de preparar o comprador de imóveis residenciais na aquisição desses imóveis.

Dr. Robson Gonçalves

1

Acompanhar atentamente a tramitação da reforma tributária

2

Produzir estudos que destaquem o atraso na industrialização e seus impactos setoriais;

3

Enfatizar a relevância social da industrialização da construção.

Dr. Marcelo Barbaresco

1

Menor intervenção do Estado;

2

Garantia de maior liberdade econômica;

3

Legislação objetiva.

Dep. Federal Alexis Fonteyne​

1

Reforma Tributária;

2

Custo Brasil;

3

Abertura dos Mercados.

Thiago Leomil ​

1

Produção de estudo de caso com novo ciclo de investimento retorno em incorporações industrializas com viés de riscos x retorno de financiamento;

2

Aproximação com bancos privados (Bradesco, Itaú e Santander, para desenvolvimento de “crédito associativo” para incorporações industrializadas;

3

Sabendo da redução de ciclo, rever o processo de crédito associativo com a CEF.

Prof. Dr. Vahan Agopyan ​

1

Ampla divulgação do sistema, para evitar reações contrárias por desconhecimento;

2

Treinamento em todos os níveis, do servente ao diretor;

3

Máximo cuidado nas primeiras obras de cada sistema proposto - elas serão os nossos modelos.

Assista na Íntegra